30 de janeiro de 2017

De Volta aos Quinze, de Bruna Vieira

Título: De Volta aos Quinze (Meu Primeiro Blog #1)
Autor: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg 
N° de páginas: 224
Classificação:★;5


✏ Sinopse: O que você faria se pudesse voltar no tempo? Será que, ao fazer escolhas diferentes, você conseguiria mudar sua vida para melhor? Anita tem 30 anos, e sua vida é muito diferente do que ela sonhou para si. Um dia, ao reencontrar seu primeiro blog, escrito quando tinha 15 anos, algo inusitado acontece, e tudo ao seu redor se transforma de repente. Com cabeça de adulto e corpo de adolescente, ela se vê novamente vivendo as aventuras de uma das épocas mais intensas da vida de qualquer pessoa: o ensino médio. Ao procurar modificar acontecimentos, ela começa a perceber que as consequências de suas atitudes nem sempre são como ela imagina, o que pode ser bem complicado. Em meio a amores impossíveis, amizades desfeitas e atritos familiares, Anita tentará escrever seu próprio final feliz em uma página misteriosa na internet.

"Você deveria se julgar menos. Vive reclamando que as pessoas fazem isso o tempo todo, mas é quem mais exige de si mesma. Você se esquece do quanto você é incrível."


Anita tem 30 anos, mora em São Paulo e não tem uma vida tão interessante: trabalha em um lugar onde não se sente realizada, sua faculdade parece ter sido feita em vão, sua vida amorosa está estagnada e ela não possui um bom relacionamento com a mãe.

Tudo poderia parecer monótono e sem graça, até ela passar por uma experiência diferente. Após o casamento de sua irmã e um pequeno "desastre" provocado por ela, Anita decide, após receber uma mensagem de sua amiga Helena, entrar em seu antigo blog. E algo estranho acontece: ela volta a ter 15 anos. 

Uma viagem no tempo e seu eu passado. Que poderá mudar seu futuro, ou arruiná-lo. 

"De Volta aos Quinze" foi uma leitura leve, descontraída e bem rápida. Acho que foi melhor eu não ter iniciado a leitura com muitas expectativas, porque o livro não possui grandes acontecimentos ou algo esplêndido. Eu o vejo mais para se distrair, para quando quiser ler algo mais leve.

Eu não consegui me sentir muito próxima da personagem principal, mas gostei bastante de um dos personagens, Henrique. Fiquei imaginando que, se nos conhecêssemos, seríamos amigos.

Uma das coisas que me fez diminuir o 4 que eu havia dado de início para esse livro é o fato de que Anita, hora nenhuma, me pareceu uma mulher com seus 30 anos. Eu daria para ela, no máximo, 20. Outra também é que a autora não aprofunda muito nos personagens, ao mesmo tempo que parece querer passar uma mensagem ao leitor, o que não é totalmente ruim, afinal. Mas acho que teria complementado muito o livro e minha nota poderia até aumentar.

Na minha opinião, Bruna colocou muito dela nesse livro. Não só sobre gostar de batom vermelho ou ter usado óculos. Mas pelo lugar e pelo jeito que conta. Ela praticamente descreve Leopoldina (onde ela morou) quando fala da cidade natal da personagem; tem um bairro que possui o mesmo nome de um em Leopoldina. E o IFET, onde a garota do livro estudou durante o ensino médio, é a descrição do CEFET daqui (saudades estudar lá), onde sei que a Bruna estudou durante o ensino médio. Isso me fez senti um pouco mais ligada à história.

Não achei uma história ruim ou muito boa. Achei mediana. Nada demais, mas um livro gostosinho de ler, sabe. Mais adolescente. E eu adoro algumas das músicas que ela citou na playlist. Um pontinho a favor 😛 

E sobre a capa: eu amo os tons e essa ilustração. E por falar em ilustração, o livro está cheio delas (super fofas).

ACOMPANHE O BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com
Obrigada por tudo, pessoal!
Beijos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário