15 de julho de 2016

O Androide, de Paulo de Castro

Título: O Androide
Autor (a): Paulo de Castro
Editora: Novo Século
N° de páginas: 300
Classificação:


✏ Sinopse: "Percebeu que se, de fato, um Deus que zela pelos humanos existisse, não designaria uma máquina para ser o profeta. Esse Deus, ora cruel, ora misericordioso, nem ao menos permitiria a própria extinção dos seres humanos. Poderia a máquina ser esse Deus, dando vida de novo aos homens?". Esse e outros sinais elétricos varriam o pro­cessador de JPC-7938 com velocidade sobre-humana. Processava uma infinidade de outras informações ao mesmo tempo, o que diminuía ainda mais a energia da sua bateria. Talvez era isso mesmo que ele quisesse, para consumar de uma vez o que já estava fadado ao fracasso. Sua bateria durou quatro horas até o desligamento completo. Nessas intermináveis horas, em que não via nada além da densa neblina, que ofuscava o céu azul, cercado de nuvens brancas, percebeu que tudo não passava de coincidência. Que o planeta fora criado, de fato, ao acaso, e que não havia um destino ou uma missão a ser cumprida; apenas a existência, até o inevitável dia do fim."

"Assim que abriu os olhos, aquele exagero de azul deteve tudo com muita admiração, com muita curiosidade, como quem via o mundo pela primeira vez, em toda sua infinidade de novidades."
O livro engloba uma visão futurista, na qual seres humanos passam a fabricar robôs e androides com aparência humana para a melhoria da produção nas fábricas e outras tarefas e ocupações, como engenharia, área de atuação para a qual foi criado OPR-4503. 

Após uma revolta contra essas máquinas, vistas como ameaças à maioria das pessoas e uma atualização, recebida como ordem pelos robôs, que dizia, de forma muito direta: "MATAR SERES HUMANOS: AUTORIZADO", a Guerra entre ambos se iniciou. De um lado, robôs com alto grau de inteligência artificial, lutando incansavelmente, do outro, humanos que tentavam, com toda a artilharia disponível, derrubá-los. E o final dessa Guerra foi o seguinte: a raça humana acaba sendo dizimada e uma nova ordem imposta, em um regime totalitário, por H1N1 (nome bem interessante). 

Após JPC-7938, androide designado a cirurgião, fabricado em 2119, conhecer e salvar OPR, ele decide tentar fazer "renascer" os humanos, mil anos após a extinção dos mesmos. Ao ouvir de OPR que havia visto materiais genéticos em um hospital abandonado, JPC decide continuar com a sua - aparentemente louca - ideia. E é assim que ele conhece outra androide, NCL-6062 (antiga prostituta), que após uma pequena resistência, decide ajudá-los. E a partir daí vamos acompanhando a luta deles na certeza de que esse plano dará certo e trará de volta a raça humana, enfrentando sentinelas e o poder de H1N1. 

O livro já se inicia em meio ao caos. O mais interessante é que isso não é mais um ponto solto na história. Achei que o autor desenvolveu tudo muito bem, toda a trama e acontecimentos, sua escrita não se tornou cansativa e nem repetitiva, na minha opinião. 

"O Androide" foi uma leitura bem rápida. Iniciei nas primeiras páginas e quando fui ver, já estava na metade do livro. Achei a história um tanto quanto confusa no início (acho que pelo fato de não ler muitos livros nesse estilo), mas depois vamos conhecendo o passado dos androides e passamos a saber qual foi o estopim para essa guerra quase surreal. Se pensarmos bem, muita coisa dita ali pode vir a se tornar realidade no futuro. 

Achei interessante e com uma temática super legal, contando com o fato de que todos os acontecimentos possuem um fundamento. Uma coisa que eu achei bem legal foi o fato de a história ser focada, na maior parte, no Brasil. A Guerra ocorreu em âmbito mundial, mas os androides se encontraram mesmo em solo nacional, mesmo sendo fabricados no exterior. 

Após cada página lida, eu ficava mais curiosa para saber o desfecho dessa história e o mesmo, na minha opinião, não deixou a desejar. Às vezes eu até me esquecia de que estava lendo sobre máquinas, pois alguns dos androides pareciam ter o desejo de viver como um ser humano. Esse livro foi bem diferente dos que eu costumo ler e gostei dessa temática futurista, tecnológica, científica e inteligente. O autor fez um bom trabalho e foi uma ótima leitura! 

Livro recomendado!
AUTOR/LIVRO

BLOG
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário