4 de maio de 2016

O Grito que Ninguém Ouviu, de Amanda Oliveira

 Título: O Grito que Ninguém Ouviu
Autor (a): Amanda Oliveira
Editora: Novo Século
N° de páginas: 144
Classificação:  
        
Sinopse: A maioria das pessoas, por mais diferentes que sejam, querem ter uma vida tranquila, realizar seus sonhos e, principalmente, ter o direito de escolher como viver, sem a interferência de acontecimentos dolorosos e violentos que batem à nossa porta todos os dias, seja através do noticiário da TV, seja nos cercando na esquina de uma rua qualquer. Este livro é um relato pessoal de Amanda Oliveira, uma jovem comum que, no auge de sua vida, experimentou a dor, o desespero e a solidão amarga que só quem vive conhece. Em questão de minutos, viu o seu belo mundo entrar em ruínas por conta da violência gratuita e de toda a negligência que sofreu. O intuito dessa história real não é oferecer ao leitor um manual de como superar adversidades ou traumas, tampouco uma receita de bolo para a felicidade; a vida é complexa demais e a reação de cada ser humano diante dos problemas é diferente. O objetivo, na verdade, é contar que é possível reconstruir a vida, mesmo quando tudo parece estar perdido, e inspirar cada pessoa a ser sempre o melhor que pode ser. No final, se abrirmos bem os olhos, poderemos aprender que perder é ganhar.
O Grito que Ninguém Ouviu foi um livro recebido em parceria com a autora, Amanda Oliveira (obrigada pela confiança!). Acredito que o fato de a história ser real e ser uma parte, um momento da vida da autora, me fez ficar ainda mais interessada pela obra. O livro é pequeno, um pouco menos de 150 páginas, e a leitura fluiu muito facilmente.

Na história conhecemos Amanda, uma jovem estudante de Psicologia, com os seus 19 anos e uma vida e rotina relativamente normais - até o dia do acidente. 
Às vezes é muito estranho como a nossa vida pode mudar em questão de minutos. O que antes era algo rotineiro, acaba se tornando um desafio, como foi para a jovem Amanda. 

Ela estava caminhando na rua onde morava, quando um bandido a abordou e, ao invés de pegar sua mochila e largá-la em paz, a fez de refém. Desesperada e com medo do pior, ela acaba buscando nos outros moradores, um refúgio. O que mais chamou minha atenção nessa situação foi a reação das pessoas que estavam assistindo à cena: nenhuma. Amanda acaba levando um tiro e, somente um bom tempo depois, recebe ajuda e é levada ao hospital. 

Seria somente o começo de uma grande dor de cabeça na vida da jovem. Ela acaba enfrentando complicações na cirurgia, sequelas, estresse, dificuldades e ainda o fato de que seus amigos estavam se afastando, tudo isso durante sua caminhada rumo à recuperação. Durante a leitura, vamos tendo cada vez mais provações de sua força e garra, entre os altos e baixos de sua vida, e acabamos refletindo a respeito de nossa própria situação.

× "O maior sinal da nossa força é quando conseguimos admitir nossas fraquezas." 

Às vezes nos queixamos por coisas bobas, reclamamos de coisas insignificantes, perdemos tempo com bobagens, e esquecemos de realmente viver nossa vida. Temos que aprender a nos colocar no lugar do outro, e acabei fazendo muito isso durante a leitura do livro. Imaginei como seria a dor de Amanda, como deve ter sido difícil aceitar a situação e me senti como uma de suas amigas íntimas, por estar compartilhando esse momento que mexeu tanto com sua vida e seu psicológico.

Imagino que não deve ter sido fácil colocar essas lembranças no papel. Recordar todos os sofrimentos e todas as dificuldades que enfrentou durante essa caminhada deve ter sido muito dolorido, mas satisfatório, pois é uma prova de que você superou e deu o seu melhor para chegar onde chegou.

× "O tempo não coloca as coisas no lugar, mas acalma a tempestade para que façamos isso." 

A cada abertura de capítulo é mostrada uma frase, seja de pensadores famosos, seja da própria autora, e acredito que cada uma foi escolhida de acordo com o conteúdo do próprio capítulo (o que achei muito legal). A diagramação está muito bonita, assim como a capa do livro.

Amanda, parabéns por sua força e garra! Sua história de superação nos inspira e lhe desejo muito sucesso em sua vida!

Leitura recomendada!
Acompanhe a autora:
amanda_aloliveira@yahoo.com.br


Acompanhe o blog:
FACEBOOK  INSTAGRAM  TWITTER 
Contato: minhasecretapoesia@gmail.com

2 comentários:

  1. Ótima resenha, fotos lindas.
    Visite meu blog:
    https://sentiliterarios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Thaís! Fico feliz que tenha gostado! Obrigada <3
      Beijos :)

      Excluir