4 de fevereiro de 2016

[Resenha] Desejo Proibido

  Título: Desejo Proibido
Autor (a): Sophie Jackson
Editora: Arqueiro
N° de páginas: 416
Classificação:  
        

Sinopse: Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim, pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém, Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.

Apesar de Desejo Proibido ser um livro com erotismo, todas as cenas descritas no livro revelam aquele plano de fundo de amor, um amor muito forte e verdadeiro entre os personagens. A leitura fluiu facilmente e a escrita de Sophie Jackson revela conversas típicas do dia a dia, gírias, como se ela estivesse descrevendo uma cena real, que estivesse passando em frente aos nossos olhos. Gostei bastante da história, do rumo que ela tomou e também do conto, que deixa aquela irresistível sensação de que há muito mais da história para ser contada e mostrada para os leitores.
Katherine Lane, mais conhecida como Kat, é uma jovem de 24 anos. Perdera seu pai quando era somente uma menininha, com 9 anos de idade. Ela viu tudo. Viu quando seu pai apanhou daqueles terríveis homens, ouviu quando ele lhe disse para correr, o que foi difícil, pois mesmo sendo muito nova, a vontade que ela tinha, tudo que ela queria no momento, era salvar seu herói das mãos daquelas criaturas desumanas. Mas até hoje, dezesseis anos após a morte de seu pai, Kat se recorda dos braços de um garoto a envolvendo e a levando para longe daquela cena terrível. Isso a assombrava tanto tempo depois, as imagens ainda nítidas em sua mente.

Quando o pai falecera, Kat colocara em sua mente que havia ficado em dívida com ele. Com o desejo de fazer algo que seu pai queria que ela fizesse, acabou aceitando um emprego de professora de literatura na penitenciária de Arthur Kill. Vencendo seus medos e receios, dar aula para os detentos a fez se sentir mais próxima de seus objetivos e do desejo de seu falecido pai. Mas a sala de aula fica totalmente mudada e agitada quando um detento chamado Carter adentra as portas daquele cômodo. 

Lindo, sedutor, um homem que faz qualquer mulher cair aos seus pés, Wes Carter era um detento com uma ficha criminal um tanto extensa e dono de uma arrogância e ironia que o faziam ser odiado por muitos dentro daquele lugar. A última coisa que Carter queria era sentar em uma carteira e assistir aula de literatura, mas como isso implicaria de forma positiva em seu pedido de condicional, ele resolveu aceitar. Mas o que Wes não esperava era encontrar uma professora ruiva, linda e sexy.


A tensão entre os dois foi aumentando a cada dia que se passava. Até que Kat decidiu dar aulas particulares para Wes, já que o cara estava expulso de suas aulas por suas atitudes nada respeitáveis. Mas se pensamos que foi fácil ficar perto daquele detento, estamos errados. A atração entre os dois era muito grande e tudo muda a partir do momento que a vida de Carter da uma reviravolta imensa e tudo o que ele sempre sonhou e pensou acaba se tornando real. Kat e Wes sentem uma atração incomum e muito forte, mas o problema real era que ele era aluno e ela, professora. Um relacionamento ou até mesmo um beijo entre os dois (se fossem pegos), implicaria negativamente tanto na liberdade de Carter, como na carreira de Kat.

Apesar de Carter não ser um personagem tão interessante no começo do livro, tudo isso muda durante a leitura. Achei ele simplesmente apaixonante, pois nós vamos descobrindo quem é o verdadeiro Wes atrás daquela máscara de homem sério e arrogante.

Durante a leitura, a escrita da Sophie Jackson não se tornou chata e nem repetitiva. Os personagens foram tirando suas máscaras nos momentos certos e tanto o primeiro livro, quanto o conto, deixaram aquele gostinho de quero mais e me deixaram bem ansiosa pelos próximos livros. Quero saber mais da história desses personagens e descobrir mais sobre o passado de Carter.


O conto "Eternamente Você" se passa entre os livros 1 (Desejo Proibido) e 2 (Paixão Libertadora). Não tenho muito o que falar sobre ele, pois é curtinho e eu acabaria dando algum spoiler. Mas uma coisa eu digo: para quem leu o primeiro livro, não deixe de ler o conto. Os personagens continuam apaixonantes e a escrita da Sophie continua te prendendo do começo ao fim. Ele é em E-book e é gratuito, você pode baixar ele AQUI
Recomendo a leitura

Acompanhe a Editora Arqueiro:
Acompanhe o blog:

4 comentários:

  1. Oi...
    Sempre vejo ótimos comentários sobre esse livro, porém ,fico desanimada de ler pelo fato do erotismo :(
    Não curto esse genero!
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Diane!
      Uma pena não curtir o gênero. Mas, se algum dia der uma chance, é um ótimo livro!
      Beijos :)

      Excluir
  2. De fato eu nunca me interessei muito por livros com essa temática, mas esse está sendo um dos únicos que eu sinto realmente vontade de ler, que realmente me interessa. Acho que a minha lista de livros vai aumentar esse ano drasticamente. Adorei o seu blog, já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Na minha opinião, a leitura vale super a pena! Minha lista está aumentando em um ritmo frenético esse ano rsrs
      Obrigada pelo carinho!
      Beijos

      Excluir