5 de janeiro de 2016

[Resenha] Mulheres

Título: Mulheres
Autor (a): Carol Rosseti
Editora: Sextante
N° de páginas: 160
         Classificação:            
                
Sinopse: Em 2014, a ilustradora Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor. Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN. Com um traço característico e frases inspiradoras, Carol quebrou tabus e espalhou uma mensagem que ecoou em mulheres do mundo todo: somos fortes, merecedoras de respeito e especiais do jeito que somos, independentemente de opiniões e julgamentos alheios. Agora, essa mensagem ganha o formato de livro e inclui textos sobre os temas centrais abordados em suas ilustrações, como corpo, estilo, identidade, relacionamentos e superação.
Foi há pouco tempo que a mulher conseguiu estabelecer um pouco o seu lugar dentro da sociedade. Seja como uma empreendedora de sucesso, seja como uma dona de casa lutando pelos seus direitos. A luta da mulher por dignidade e por respeito continua. A visão a respeito da figura da mulher ainda é limitada no mundo todo. O feminismo é um tema muito discutido atualmente, sendo que muitos são contra, mas outros a favor. 

O tema da redação do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) envolveu o assunto, que aliás foi muito criticado por uma parte das pessoas que fizeram o exame. E nesse meio, conhecemos o trabalho de Carol Rosseti, que defende o feminismo e nos mostra vários pontos e várias situações relacionadas ao assunto, a partir de seu trabalho como desenhista. Eu não conhecia seus desenhos, passei a conhecê-los pelo livro "Mulheres", que recebi em parceria com a Editora Arqueiro. 
De um jeito único, Carol conversa com seus leitores não somente com os textos contidos no livro, mas também com as imagens em si. Achei seus traços bem diferentes e ela não economiza palavras para falar sobre o assunto. Cada ilustração possui uma mulher e uma situação diferente, algumas delas sobre casos reais. 

No livro ela trata de questões como corpo, profissões, aparência, opção sexual, dentre muitos outros assuntos.

Há mulheres que não são ativistas, que nunca ouviram falar em feminismo, que nunca discutiram racismo. Mulheres que lutam de formas diferentes, a partir de ideias que não conhecemos. Existem mulheres que têm vergonha de compartilhar suas escolhas por medo de serem julgadas. E mulheres que discordam de tudo isso que eu disse até aqui.

Cada uma tem sua própria história, e acredito que todas elas merecem ser ouvidas e representadas. Minha abordagem será abrangente, convidando todos os que dividem comigo essa ideia de liberdade a celebrar a diversidade do ser humano.

A capa e diagramação do livro estão muito lindas, do início ao fim. As cores utilizadas são lindas e as ilustrações parecem ser feitas no próprio livro. Os traços da Carol são lindos e o livro é dividido em vários tópicos, que evidenciam uma situação, como por exemplo, o Corpo feminino, que foi um dos meus preferidos durante toda a leitura.

Mesmo se você não for a favor de algo, respeite. O respeito é necessário e faz bem tanto para você, quanto para a pessoa a qual você está respeitando. Ninguém é obrigado a concordar com tudo, claro, mas isso não significa que nós podemos maltratar, seja fisicamente ou verbalmente o nosso irmão. Leitura recomendada!


Acompanhe a Sextante:
Acompanhe o blog:
Beijos ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário