17 de outubro de 2015

[Resenha] Escola de Vilões

 Título: Escola de Vilões
Autor (a): Jen Calonita
Editora: Única
N° de páginas: 192
         Classificação:            
                
SinopseSerá que um vilão pode se recuperar? Gilly não se considera exatamente uma garota má... Porém, quando se tem cinco irmãos e irmãs mais novos, é preciso ser criativo para ajudar nas despesas. Ela é uma ladra muito boa, e disso tem certeza e pode se gabar. Até ser pega. Depois de roubar uma presilha, é sentenciada a passar três meses no Reformatório de Contos de Fadas – no qual os professores são aqueles antigos vilões que já conhecemos, como o grande Lobo Mau e a malvada Madrasta da Cinderela. Quando, porém, ela faz amizade com alguns estudantes, como Jax e Kayla, aprende que esse reformatório vai muito além de sua missão heroica. Há uma batalha ganhando forma e Gilly precisa descobrir: os vilões podem realmente mudar? Descubra o Lado B dos contos de fadas.
Eu sempre gostei de livros que falam sobre contos de fadas ou recontam as histórias e com Escola de Vilões não podia ser diferente. Só que nessa história nós vemos o outro lado dos vilões, fazendo um papel que não imaginaríamos para personagens como eles. Achei a leitura interessante, divertida e muito rápida. Agora, ficou uma dúvida no ar: o livro tem continuação? O final deixou aquele típico quero mais, mostrando algo como "a história ainda não acabou". 
Encantadópolis é uma cidade que habita tanto seres normais quanto mágicos. As princesas dos contos de fadas que sofreram nas histórias que já conhecemos como a palma da mão agora fazem parte da realeza: Branca de Neve, Princesa Ela, Rapunzel e Rose. Enquanto isso, as vilãs malvadas das histórias estão fazendo o seu serviço "do bem" na "Escola de Vilões", ou seja, a RCF (Reformatório de Contos de Fadas). 

O objetivo desse reformatório é fazer com que as crianças que agem de forma incorreta/malvada se transformem e deixem a sua face má para trás, no passado. Gillian é uma garota pobre, habitante da cidade, que vive quase de forma miserável. Como seu pai é sapateiro e lhe foi roubada a ideia do famoso sapatinho de cristal, porque originalmente era sua, ele não pode lucrar nada com isso e a renda familiar nem sempre dava para colocar um pouco de comida na mesa para todos. Então Gilly vive surrupiando objetos dos nobres para vender, ou até mesmo rouba comida para não ver seus irmãos chorando de fome. 

Só que esse ato de roubar as coisas não é correto e os policiais acabam descobrindo e Gilly é levada para o RCF. Chegando no reformatório, ela já faz amizade com uma fada chamada Kayla e percebe que o lugar não é tão assustador quanto parecia ser, pois é lindo, decorado e chique. Mas por enquanto.

"Uma mulher mais velha sai da sombra e eu vejo um sorrisinho se abrir em seus lábios. É ela. A cruel ex-madrasta da princesa Ela, em carne e osso."

Será que um vilão pode mesmo mudar tão facilmente assim? Será que o mau deixa de existir dentro de seu coração? Essas são duas das principais perguntas feitas pelos personagens do livro. Gillian, Kayla, Ollie, Maxine e Jax terão de enfrentar seus medos e o principal ponto dos verdadeiros vilões: a magia. 
Eu imaginei um pouco mais de ação para esse livro. Pensei que haveria mais maldade e vilões, coisas assim. Mas o tema do livro é bem legal e a leitura foi super rápida e divertida! E essa capa? Eu simplesmente adorei! Livro recomendado.

Acompanhe a Editora Gente e Única:

2 comentários:

  1. Eu estou MUITO a fim de ler esse livro, muito mesmo, mas ainda não tive a oportunidade.
    Bjs

    ResponderExcluir