2 de setembro de 2015

[Resenha] Se Eu Ficar

Título: Se Eu Ficar
Autor (a): Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
N° de páginas: 224
 Classificação: 
                    
Sinopse: Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.
Se Eu Ficar é um daqueles livros que são discutidos desde o lançamento: ou você ama ou odeia, eu poderia dizer. Mas isso não aconteceu comigo, digamos que eu fiquei no meio termo, nem odiei e nem foi um daqueles livros que eu posso dizer que gostei muito. Achei a parte da história que fala sobre o acidente triste, sem ação e ficava naquela coisa... Mia no hospital, visitantes, Mia melhora, Mia piora... 

Mas a parte que ficava alternando com essa, eu... gostei. Para mim, o livro seria muito melhor se o tema fosse outro e se ela tivesse explorado mais essa parte do passado de Mia e também de seu relacionamento porque, cá entre nós, o Adam, seu namorado, é um fofo! Apesar dos contras, a leitura foi rápida e não posso descartar a possibilidade da leitura do segundo livro. Aquele final me deixou curiosa. 
“[...] Concentro-me nas notas, imagino-me tocando, sinto-me grata pela oportunidade de praticar, feliz por estar em um carro quentinho com a minha sonata e a minha família. Fecho meus olhos.
Você jamais esperaria que o rádio continuasse funcionando depois do que aconteceu. Mas ele continuou."

Era para ser um passeio feliz em família: Mia, seus pais e seu irmão Teddy. Mas um terrível acidente acabou com a alegria dessa família. Mas uma coisa estranha acontece: Mia parece estar viva... Ou talvez invisível aos olhos de todos. Ela pode ver seus pais caídos no chão e também ver a si própria. Já no hospital, a Mia fora do corpo fica sabendo que ficara órfã e pode ver seu corpo passando por uma cirurgia e sendo conectado a vários tubos. 

Por mais que ela tentasse entender o que estava acontecendo, não conseguia encontrar uma resposta para o enorme ponto de interrogação que se formava. Ela estaria morta? Não, pois a máquina mostrava os batimentos cardíacos de seu corpo e, ao contrário de seus pais, ela estava viva. E naquele estado, conseguia perceber toda a angústia e tristeza dos familiares e amigos ao seu redor. 

“- Por quê? Por que eu? – perguntei.

- Nunca vi ninguém se entregar à música como você. É por isso que gosto de ver você ensaiando. Fica uma ruguinha muito linda bem aqui, na sua testa – respondeu Adam, tocando em um ponto bem acima do meu nariz.”

Conhecemos durante a leitura a história de Mia, sobre sua paixão muito grande pelo violoncelo e seu contato com a música, que fora um dos motivos para o início de seu namoro com Adam. Seu namorado também se envolvia com o mundo da música e tinha uma banda chamada Shooting Stars. O namoro ia bem, apesar dos gêneros musicais dos dois serem diferentes, já que ela preferia música clássica e ele rock. Até que começaram a aparecer algumas dificuldades, um afastamento, mas nada que fizesse com que aquele amor imenso desaparecesse.

Já li comentários dizendo que o segundo livro é melhor do que esse e que é contado por Adam. Acho que vou gostar mais do que esse primeiro. Apesar de não ter gostado tanto da história, quero assistir o filme para poder comparar. 
Esse livro foi escolhido pelo Alisson, do blog Re.View. Essa escolha faz parte do projeto "Tá na Estante não leu? Seu amigo escolheu!". Irei fazer um post falando sobre ele e quais foram os livros que eu indiquei, mas preciso encontrar as pessoas para indicar primeiro rsrs.
Obrigada por ter me dado esse empurrãozinho, Alisson! Eu estava precisando mesmo, já fazia um tempinho que "Se Eu Ficar" estava entre os livros não lidos. Gostei muito de ter participado do projeto e achei a iniciativa super legal! :)
Acompanhe a Editora Novo Conceito:
Acompanhe o blog:

4 comentários:

  1. Oi, Karen. Eu gostei da história, mas esperava mais, haha beijos ;*
    - contosdeescritores.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Amanda! Eu também esperava mais da história, rs
      Beijinhos :)

      Excluir
  2. Eu gostei do primeiro livro e alias tenho que adquirir o meu, realizei a leitura em pdf e cada vez que vou comprar encontro outro que não foi lido e que to louca para ler. kkkkkkk
    Quero conferir o filme também pois adoro a Chloe. *-*

    Beijocas e vamos ler o próximo! \o/
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Amanda! Que bom que gostou mais do que eu! rs
      Beijinhos <3

      Excluir