18 de agosto de 2015

[Resenha] Jackaby

Título: Jackaby
Autor (a): William Ritter
Editora: Única
N° de páginas: 256
         Classificação:           
      

Sinopse: Abigail Rook deixou sua família na Inglaterra para encontrar uma vida mais empolgante além dos limites de seu lar. Entre caminhos e descaminhos, no gelado janeiro de 1892 ela desembarca na cidade de New Fiddleham. Tudo o que precisa é de um emprego de verdade, então, sua busca a leva diretamente para Jackaby, o estranho detetive que afirma ser capaz de identificar o sobrenatural. Contratada como assistente, em seu primeiro dia de trabalho Abigail se vê no meio de um caso emocionante: um serial killer está à solta na cidade. A polícia está convencida de que se trata de um vilão comum, contudo, para Jackaby, o assassino com certeza não é uma criatura humana. Será que Abigail conseguirá acompanhar os passos desse homem tão excêntrico? Ela finalmente encontrou a aventura com a qual tanto sonhara. Prepare-se para desvendar este mistério! Um livro destinado aos fãs de Sherlock Holmes e Doctor Who. Eleito o melhor livro jovem 2014 pela Kirkus Review e um dos 40 melhores YA da estação pela CNN e vencedor do prêmio Pacific Northwest 2015.

Jackaby foi uma surpresa bem positiva pra mim. Li várias resenhas positivas sobre ele e não pude deixar de solicitá-lo. A leitura fluiu com muita facilidade e a minha ansiedade e curiosidade aumentava a cada virada de página. A leitura desse livro me abriu o apetite para que eu passe a ler mais do gênero.  
Jackaby é um detetive de New Fiddleham, conhecido por muitos como maluco, por causa de suas teorias nas quais estão presentes duendes, fadas, trolls. Odiado por muitos e também pelo não muito amigável Marllowe, R. F. Jackaby é especialista em solucionar casos sobrenaturais. Abigail saiu de sua cidade na Inglaterra, sem informar para os pais, com o dinheiro que eles haviam lhe dado para os estudos, e foi para os Estados Unidos.

Desde pequena era fã de aventuras, lia muitos livros relacionados ao assunto e seus olhos até brilhavam quando pedia ao seu pai se poderia ir junto com ele em alguma escavação. Mas ele sempre dizia não e ela acabou crescendo com esse sonho de embarcar em uma aventura, descobrir coisas ou até mesmo ser uma detetive.

"À luz do dia, New Fiddleham tinha seu frescor e parecia promissora. O ar estava frio, quando segui meu caminho rumo à cidade, mas era um frio menos invasivo do que havia sido durante a noite. Eu senti uma pontada de empolgação e esperança pinicando em minha espinha, enquanto carregava minha mala pelas ruas de paralelepípedo."

Ela acaba conhecendo Jackaby e se interessando pela vaga de emprego que ele estava oferecendo, a qual, ela pensava, estava apta a preencher. Depois de reencontrar o estranho detetive e segui-lo, ela acaba descobrindo que havia acontecido um assassinato. O fato acaba por unir os dois e os seus dons investigativos. E também ajudando Abigail, já que estava precisando de dinheiro e de um lugar para ficar, o que acaba sendo muito bom para ela, já que o detetive ofereceu-lhe um quarto em seu lar doce - MALUCO - lar.

♣ O misterioso assassino está à solta na cidade e eles terão muito trabalho até descobrir quem está implantando o terror em New Fiddleham.

Ponto ruim: ainda não foi publicada a continuação. Única, por favor, nos conceda essa maravilha, pois a vontade de ler o segundo volume está muito grande! E obrigada por disponibilizar Jackaby! 

Não posso deixar de falar dessa capa. Sem dúvida, é uma das mais bonitas que eu tenho aqui em casa. A cor dela é uma das minhas preferidas e as imagens do detetive e de Abigail nela a tornou ainda mais bonita. O estilo dela em si parece passar um ar de mistério, o que predomina no livro. A diagramação é linda e há ainda uma mini história  no final do livro, intitulada "A história dos três Garfos", que complementa o caso de uma maneira divertida.

Livro super recomendado!


Acompanhe a Editora Gente e Única:

10 comentários:

  1. UAU! Sem palavras! Quero muito ler!! Amo livros de mistério e realmente a capa está linda!
    Quando você falou do ponto ruim eu já fui logo pensando: ''Ahh, tinha que ter! Estava bom demais pra ser verdade!'' Ai eu leio e fico com aquela cara de que fui trollada. hahaha
    Beijocas!!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Becca! Eu gostei muito do livro! Haha ;)
      Beijos

      Excluir
  2. Olá, Karen.
    Eu estou querendo muito ler esse livro por causa das resenhas positivas que tenho lido dele. A capa é linda e estou muito curiosa para conhecer esse detetive que espero venha se tornar um dos meus queridos hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Sil! Espero que goste bastante da leitura!
      Beijos :)

      Excluir
  3. Amei sua resenha flor!
    Amo esse tipo de gênero. Aquele suspense que nos deixa ate ansiosa para descobrir o mistério, porem quando mais perto do fim chega maior é a dificuldade de despedir dos personagens.

    Beijos e abraços,
    http://escritoraestefaniacristina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Estefania! Que bom que gostou da resenha!
      Não leio tanto esse gênero, mas já quero mudar isso.
      Beijos :)

      Excluir
  4. Oi Karen!

    Caraca, que capa maneita! A-do-rei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Anderson! A capa é linda, né?! Também adorei :)
      Abraço

      Excluir
  5. Oi Karen, nunca li nenhum livro do gênero mas fiquei super curiosa para ler este livro.
    Que capa é essa? Linda demais, fiquei encantada. Vou deixar este livro na minha Wishlist com certeza.
    Amei a resenha, despertou ainda mais meu interesse pela leitura. Sucesso para o Blog.
    Super beijo.

    http://umlugarparaleresonhar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Rafaela! Leia o gênero, vai adorar! Também fiquei encantada com essa capa!
      Espero que goste de Jackaby :)
      Fico feliz que tenha gostado da resenha! Sucesso em dobro.
      Beijos

      Excluir