24 de agosto de 2015

[Resenha] Filha da Floresta

Título: Filha da Floresta
Autor (a): Juliet Marillier
Editora: Butterfly
N° de páginas: 616
         Classificação:           
      

Sinopse: O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos... 
Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.
Filha da Floresta foi uma grande surpresa para mim - e positiva! Eu sabia que gostaria da leitura, mas não imaginava que seria tanto. Eu imaginei cada cena, cada ato de uma forma muito nítida em minha mente, quase como um filme. E não é que merecia um? 
Os personagens foram bem construídos. Cheguei a ficar tensa, ansiosa, surpresa e agoniada durante a leitura. São sentimentos que fazem a história ficar ainda mais interessante, contribuindo também para que a leitura fluísse facilmente. Foram muitas informações nesse primeiro livro, mas nada que me deixasse confusa ou perdida em relação a história. O livro ainda traz o primeiro capítulo do segundo livro, Filha das Sombras. Nesse primeiro, é Sorcha quem narra os fatos e me senti próxima a ela, ainda que em alguns momentos eu tenha ficado com vontade de fazer ela falar algumas coisas. Mas nada que não se resolva com o final que teve o livro. Espero ansiosamente pela leitura do segundo! 
Era para ser o sétimo filho de um sétimo filho - Lorde Colum. Mas Niamh, sua esposa, havia dado a luz a uma menina, Sorcha, mas não resistira ao parto. Seu pai era um homem distante, que cuidava de Sevenwaters junto com seus homens. Defendia suas terras dos inimigos com garra, mas se esquecia, às vezes, dos filhos - principalmente de Sorcha. Eles viviam em Sevenwaters, um lugar onde magia era algo normal e onde suas florestas eram habitadas por seres da floresta.

Os sete irmãos eram muito ligados, sendo um parte do outro e somente se completando com a presença de todos. Liam, Padriac, Conor, Finbar, Diarmid, Cormack e Sorcha eram inseparáveis. E sentiam falta da mãe, assim como o pai, mas haviam plantado uma árvore na floresta que representava a presença dela e sempre se uniam lá para vivenciar aquela grande energia que pairava sobre o lugar.

A filha de Colum tinha grande habilidade com plantas e ervas, desde pequena. Quando crescida, já era chamada por muitos a ajudar em um ferimento, pois já era considerada uma curandeira. Finbar era o irmão mais próximo de Sorcha. Conor era mais quieto. Outros de seus irmãos aprenderam a arte da luta e seguiam o pai em escolta ou em batalha. Tudo naquela casa ia bem antes da chegada de um prisioneiro, que conseguira fugir - não sozinho, mas com ajuda - e que estava escondido, sobre os cuidados de Sorcha. 

As coisas pioraram ainda mais quando um mulher misteriosa e de olhar forte passara a frequentar a casa deles, como futura esposa de seu pai. A paz havia sumido e levado com ela a segurança dos sete irmãos. Lady O'onagh era tão perversa que colocou sobre os filhos de seu marido um feitiço malévolo. De humanos a animais, somente Sorcha poderia quebrar essa maldição e salvar seus irmãos. Mas o caminho imposto pelos seres da floresta seria àrduo e cansativo. E haveria perdas. A salvação estava em suas mãos e ela faria tudo que pudesse para que isso acontecesse. 

Eu não poderia terminar essa resenha sem antes falar dessa capa e dessa diagramação super caprichada! O mapa, as páginas mostrando os capítulos, a abertura dos mesmos... Tudo muito lindo! E a capa? O que na internet parece ser somente algo bonito, mas sem muitos detalhes, pessoalmente nos deparamos com brilhos foscos, título em alto relevo e com esses tons de verde lindos que a embelezam ainda mais!

Super recomendado!

http://www.editorabutterfly.com.br/
Acompanhe a Butterfly:

Acompanhe o blog:
Beijos ♥

8 comentários:

  1. A editora Butterfly vem arrasando com seus títulos. E o a filha da floresta é um dos livros que estão na minha lista para leitura desse ano.

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Wanderléa! Não vai se arrepender da leitura ;)
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Kah!
    É tão bom quando o livro nos dá essa sensação de merecer um filme né? Fiquei muito curiosa com este livro, porque não conhecia ele.
    A capa é realmente um amorzinho né?!
    Beijos!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Becca! Essa sensação aparece de vez em quando <3
      A capa é linda! Muita gente não o conhece, mas deveria passar a conhecer ;)
      Beijos <3

      Excluir
  3. Oie,
    Eu não conhecia o livro, mas pela sua resenha ele parece ótimo. Essa editora vem lançando títulos muito legais né?

    Beijos,
    Juh
    umminutoumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Juh! O livro é ótimo sim! Eu concordo com você a respeito da Editora :D
      Beijos :)

      Excluir
  4. Essa editora Butterfly tem caprichado e muito em seus livros. Cada livro que vejo é um mais bonito que o outro. Quanto a sua resenha, a história aparenta ser bacana (ainda mais com seu entusiasmo), mas acho que não me agradaria tanto (questão de estilo literário/gênero mesmo). Ainda assim, não excluo a possibilidade de leitura.

    Blog: Cantina do Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Carlos Magno! Essa edição está realmente linda! Uma pena você achar que a história não te agradaria tanto, mas dê uma chance, qualquer hora :D
      Abraço

      Excluir