11 de agosto de 2015

[Resenha] Apenas Um Ano

  Título: Apenas Um Ano
Autor (a): Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
N° de páginas: 352
         Classificação:            
                

Sinopse: Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro. Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor.
A leitura de Apenas Um Ano foi o primeiro contato que tive com a escritora Gayle Forman, apesar de já ter dois dos livros dela por aqui: Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi. Não posso dizer que fiquei apaixonada com a escrita dela, mas gostei bastante. A leitura fluiu facilmente e a foi rápida, apesar de eu ter dado uns dias de intervalo, não porque não estava gostando do livro, mas porque tinha outras coisas para fazer também. No geral, achei o livro ótimo. Ah, eu não li o primeiro livro, Apenas Um Dia, mas deu para entender mais ou menos o que se passou nele pelo segundo livro. Se eu fosse comprar o primeiro livro, ler e depois iniciar a leitura desse, levaria bem mais tempo, enfim. 
Willem é um daqueles caras que realmente gosta de mulheres, mas sem compromisso. Gosta e sabe atuar, já tendo participado de peças junto com um grupo intitulado Will Guerrilheiro, onde havia interpretado Shakespeare. Gosta muito de viajar, carregando somente o que necessita em sua mochila. E também tem várias ex "paixões" por aí. Mas uma em especial ele nunca esqueceu: Lulu. Antes de esquecer muitas coisas que haviam acontecido em sua estadia em Paris e esquecer também o verdadeiro nome de Lulu, ele levara uma surra dos Skinheads e fora parar no hospital. A partir daí, vive uma grande procura por aquela que havia mexido com o seu coração, com os seus sentimentos e em sua cabeça ele fixa a ideia de que ela estaria lhe esperando em algum lugar. 
No decorrer da história, nós vamos acompanhando Willem em sua busca pela tão amada garota que conhecera e também uma busca interior, por si mesmo. Durante a leitura vamos conhecendo  também novos costumes, novas culturas, através de suas viagens, como na Índia, onde sua mãe, Yael, mora. Seu pai, Bram, havia falecido e deixara muita saudade, até porque tudo se tornava mais difícil, por Willem não ter um relacionamento muito legal com a sua mãe. 

"- Willem, suspeito que, lá no fundo, você sabe exatamente por que está aqui, sabe exatamente o que quer, mas não quer se comprometer, não quer se comprometer com o querer, muito menos com o ter. Porque essas duas possibilidades são assustadoras." 

Ele tenta de todas as maneira encontrar A GAROTA, mesmo não se lembrando de praticamente nada sobre ela. Vão aparecendo também novos personagens e eu até cheguei à conclusão, em algumas partes, de que ele iria largar tudo e dizer um chega pra essa história.

"Foi bem ali que nos sentamos, ao lado da grade. Bem ali discordamos sobre qual era o verdadeiro significado da dupla felicidade. "Sorte", ela disse. "Amor", eu contra-ataquei."

Eu acho a capa dele bem bonita, com as imagens e alguns traços que remetem à história, como o homem com a mochila, representando o Willem viajante. Assim também como na capa do primeiro livro. Agora pude entender o porque dos títulos "Apenas Um Dia" e "Apenas Um Ano", que fazem todo o sentido. 
Fiquei com vontade de ler o primeiro livro, Apenas Um Ano. Lerei ele quando der, também para saber o início da história dos dois. 
Livro recomendado!

Acompanhe a Editora Novo Conceito:
Acompanhe o blog:
Beijos ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário