4 de julho de 2015

[Resenha] Tocando as Estrelas

Título: Tocando as Estrelas
Autora: Rebecca Serle
Editora: Novo Conceito
N° de páginas: 224
     Classificação:     
            

 Sinopse: Quando Paige Townsen deixa de ser uma simples aluna do ensino médio para se tornar uma celebridade, sua vida muda do dia para a noite. Em menos de um mês, ela troca as ruas da sua cidade natal por um set de filmagem no Havaí e agora está conhecendo melhor um dos homens mais sexies do planeta segundo a revista People. Tudo estaria perfeito se o problemático astro Jordan Wilder não fincasse o pé em uma das pontas desse triângulo cinematográfico. E Paige começa a acreditar que a vida, pelo menos para ela, imita a arte.
Esse livro me chamou atenção pela capa e pela proposta. Adoro histórias que se relacionam com o cinema, que mostrem como pode ser durante uma gravação ou que pelo menos mencione o assunto. Se eu pudesse e tivesse mais tempo, assistiria a muitos filmes e passaria o dia inteiro comendo pipoca e debaixo das cobertas (e lendo livros também, o que é essencial). Foi uma leitura gostosa, fluiu muito facilmente e foi também super rápida. Consegui concluir o livro em praticamente um dia e fiquei com pena por ter acabado tão rápido. O início dos capítulos são ilustrados com brilhos, que fazem referência à capa e ao tema do livro, o que eu acho super legal, gosto dessas coisinhas diferentes. Foi o primeiro livro que li da Rebecca Serle e gostei bastante da escrita dela. Até já procurei incansavelmente no Google e acabei encontrando outros títulos que me pareceram interessantes. Já quero ler mais!
Paige Townsen tem 17 anos, mora em Portland e possui um sonho antigo: atuar. Já participara de peças para o colégio e de outras coisas menores, mas nunca em filmes ou algo do tipo. Tem dois amigos super próximos, Cassandra, sua confidente e melhor amiga desde sempre e Jake, com quem tivera uma pequena paixonite adolescente. Cassandra adora a trilogia best-seller Locked. Os livros que ela tem são como relíquias, é uma grande fã. O que ela não esperava era que a equipe de seleção de atores para a primeira adaptação de seus livros favoritos estivesse na sua cidade. Havia avistado um cartaz anunciando sobre o filme baseado na série e se animara muito, contando logo para Paige sobre a novidade e dizendo que ela seria uma August (a personagem principal, junto com Ed e Noah) perfeita. Paige era ruiva, assim como a personagem e atuava muito bem. 
Mesmo ela achando que não daria em nada, não custava nada tentar. Então, Paige se inscreve e acaba passando na seleção. Dentro de semanas ela já estaria atuando na gravação da adaptação do livro preferido de sua melhor amiga, no Havaí. Parece meio louco, né? Pois é. Então, para entrar no clima e conhecer mais sobre a sua personagem, acaba lendo os dois primeiros livros, pois o terceiro ainda não tinha sido lançado, e entende o porque de tantas pessoas amarem Locked. A história gira em torno de August, Ed (namorado de August) e Noah (melhor amigo de seu namorado e também uma paixão da garota). Noah e August são os únicos que sobrevivem a um acidente de avião. Além deles, também estavam a irmã dela e seu namorado. E quando chegam à ilha, algo confere a Noah poderes especiais e o poder de curar August - durante a leitura, é mais ou menos isso que ficamos sabendo sobre a história - .

Já no set de gravação, ela conhece Rainer, uma estrela do cinema e considerado um dos mais sexies do planeta pela revista People. Todas as garotas desejariam estar no lugar dela. Eles acabam desenvolvendo um relacionamento de amizade, que mais tarde foi ficando mais íntimo e vindo à tona sentimentos que ela não imaginava. Wyatt era o produtor do filme, juntamente com o restante da equipe, não esquecendo de Lilliana, que era a maquiadora e cabeleireira de PG (apelido carinhoso dado a Paige por Rainer). Até então não haviam escolhido um ator para interpretar o outro personagem, Ed, mas para a surpresa de todos e para a tristeza e raiva de Rainer, seu grande "amigo" (para não dizer o contrário) Jordan Wilder havia sido selecionado. 

" - Você está de bom humor - comento.
  Ele olha para mim e ergue as sobrancelhas.
  - Eu vou conseguir beijá-la hoje - ele explica. - Não é um bom motivo?"
Pelo final do livro, percebi que ainda há mais dessa história para ser contada aos leitores. São no total três adaptações do livro Locked e esse livro contou somente sobre uma delas. E bem que podia ter outros livros, para nos deliciarmos descobrindo mais um pouco sobre August, Noah e Ed. Já estou com muita saudade dos personagens! E aí, Novo Conceito, o que me diz? Esperando ansiosamente por uma resposta positiva!

"O sucesso muda muita coisa, mas não muda tudo. Você ainda tem dias de cabelo ruim. Amizades que se desfizeram não serão reparadas milagrosamente. E pessoas que não amavam você antes continuarão a não amar." 
Recomendado!

Acompanhe a Editora Novo Conceito:
Acompanhe o blog:
Beijos ♥

4 comentários:

  1. Oii!
    Realmente, essa capa é linda e já compraria só por ela. Acredita que nunca li nada com essa temática?! Mas, morro de vontade. Vai ficar anotado aqui. Gostei muito da premissa e gosto de ler livros assim mais leve e fluido, fiquei bem curiosa.
    Adorei a resenha!

    Beijos.
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Wis! Que bom que gostou da resenha! Eu também compraria só de olhar a capa, rs. Leia sim, vai adorar! Acho super interessante livros que englobam esse tema.
      Beijinhos :)

      Excluir
  2. Oi, Karen!
    O único livro que li até hoje e que trata um pouco sobre cinema é Fazendo Meu Filme da Paula Pimenta fora isso, nunca li nenhum outro com essa temática e que ainda abordasse um outro livro e sobre a perspectiva da encenação. Adorei a sinopse, a resenha, o livro parece ser um ótimo romance e a capa é realmente linda!
    Beijos!
    http://asassecretas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Sabrina! Que bom que gostou da resenha <3
      Eu já li Fazendo Meu Filme. Quer dizer, não terminei de ler porque fiquei dependendo de aluno devolver o último livro pra biblioteca e não consegui pegar, mas quero comprar e reler, para saber o final. O livro é ótimo! Se você ler vai adorar!
      Beijinhos :)

      Excluir