20 de julho de 2015

[Dica de livro] Retalhos

Título: Retalhos
Autor: Craig Thompson
Editora: Boa Viagem
N° de páginas: 592
  Classificação: 
     
Depois de tanto tempo ser ler o gênero, peguei uma história em quadrinhos para ler. Já fazia um bom tempo que eu ia na biblioteca e ficava observando Retalhos, que me chamou atenção desde a primeira vez que o vi, com sua capa linda e suas mais de 590 páginas ilustradas. Decidi ler e descobrir mais sobre essa história e posso dizer que não me arrependi. O livro é apaixonante. Não só pela história, mas também pelos desenhos que prendem totalmente a nossa atenção e são super bem feitos. Os traços do autor revelam o verdadeiro sentimento dos personagens do livro. Achei isso muito bom!
O livro conta a história do próprio autor, Craig, um garoto que cresceu em uma cidade da zona rural, Wisconsin. Com uma família cristã, sempre frequentou a igreja e seguiu os ensinamentos que lhe eram dados. Sofreu durante sua infância, no colégio. Os "grandões" zoavam e caçoavam dele e ele foi crescendo cada vez mais solitário, até meio longe de seu irmão mais novo, Phil. Eles costumavam dividir a cama quando eram menores e não conseguiam dormir em camas separadas, mesmo quando, às vezes, havia aquelas "brigas de irmãos". 
Até que Craig conhece uma garota quieta e muito bonita, em uma viagem que fez com o pessoal da igreja. O nome dela era Raina, aquela que o fez sentir o amor. Apaixonar-se por alguém pode ser a melhor coisa do mundo (mas também pode trazer muita dor). Ele experimentou esse sentimento bem a fundo e sentiu verdadeiramente o que era amar. Mas a vida muda, os sentimentos podem mudar e aquilo que a gente acredita em um minuto, pode acabar em outro, a coisa toda pode piorar. Ou pode melhorar, depende do ponto de vista.  

O livro retrata atos de bullying, uma adolescência difícil, família, amor e também a bondade e a inocência de ser criança. A história vai alternando entre o período de infância, o da adolescência e fase adulta de Craig. 
Mesmo ele tendo muitas páginas, a leitura flui muito facilmente e dá para ler mais um menos em um dia. Eu comecei a ler de madrugada (gosto de ler nesse horário rs) e tive que terminar somente no dia seguinte. Mas a história nos prende de um tal jeito que não dá vontade de largar o livro. Eu poderia ter ficado acordada e ter lido mais, mas o que me impediu foram os meus olhos pesando cada vez mais com o sono. 
E por mim, o livro poderia ter mais umas 200 páginas e a leitura continuaria super agradável do mesmo jeito. 
Vencedora de três prêmios Harvey (melhor artista, melhor graphic novel original e melhor cartunista), dois prêmios Eisner (melhor graphic novel e melhor escritor/artista), e, em 2005, do prêmio da crítica da Associação Francesa de Críticos e Jornalistas de Quadrinhos. 

E vocês, gostam desse tipo de livro? Já leram Retalhos?

Super recomendado!

Acompanhe o blog:
Beijos ♥

4 comentários:

  1. Um HQ de quase 600 páginas? UAU'

    Eu nao tenho o costume de ler, mas acho que ia gostar dessa história!
    E foi favoritado ainda? Curti!

    beijos
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Markus! Quase 600 e a leitura voa! Leia, vai amar *-*
      Abraço

      Excluir
  2. Já li Retalhos, acho que foi ano passado e adorei a Hq. O Craig tem um dom para transmitir sentimentos e não tem como ler sem se emocionar com algumas coisas, comigo pelo menos foi assim. Nunca tive coragem de fazer uma resenha dessa Hq por ter certeza que eu não conseguiria falar tudo que eu quero. A história é linda! <3

    Beijos Karen e até logo! :*
    Volteeeeeeei! \o/
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Amanda! A história é linda, a capa é linda, os desenhos são lindos... resumindo: todo lindo! hehe
      Beijos <3

      Excluir