8 de maio de 2015

[Resenha] Reencontro

Título: Reencontro
Autora: Leila Krüger
Editora: Novo Século
N° de páginas: 496
 Classificação: 
                   
Sinopse: "Está bem no fundo. Não se pode alcançar... aos poucos, vai roubando o ar.” Ana Luiza vai perdendo seu fôlego: o fim de (mais) um grande amor, um pai distante, uma mãe fútil, uma amizade complexa e "pessoas que sempre vão embora". Com suas músicas de rock, seus livros e seus cigarros, Ana Luiza vê sua vida desmoronar. "O amor é uma ferida”, ela sentencia. Mas a “garota de olhar longínquo” tem um encontro inesperado com um alguém aparentemente muito diferente dela: os “olhos imensos”, que tudo veem... Presa em seu próprio mundo e rendida ao álcool e às drogas, Ana Luiza tenta fugir. Principalmente do temido amor, que tanto a feriu... 

Como encontrar, ou reencontrar o próprio destino?
Até onde o amor pode ir, até quando pode esperar? O que há além das baladas de rock e dos poemas românticos? Poderá o amor salvar alguém de sua própria escuridão?
Às vezes, é necessário perder quase tudo para reencontrar... e finalmente poder amar.

Ana Luiza era uma garota meio desacreditada com a vida. Triste com o passado. Edu, seu ex-namorado, havia terminado o namoro, a relação entre os dois. Doía, ao lembrar o passado. Doía muito, até demais. Seus sentimentos estavam confusos. Será que Ana Luiza um dia encontraria o amor? A felicidade? 

Não era uma pessoa religiosa. Não acreditava muito em Deus. Gostava de parques, mas um em especial a deixava triste. Havia sido lá que ela pegara seu primeiro namorado, Rick, com sua melhor amiga na época. Foi doloroso para ela. Ela gostava muito dele. E o seu ex, Edu, não saía de sua cabeça, nem um bom tempo depois do término do namoro.

"Cursava" Odontologia na PUC. Entre aspas porque mais faltava aula do que tudo, não gostava muito de Odonto. Saía para fumar, beber, pensar na vida e conversar com sua melhor amiga, Nana (Fernanda). Ela era, para Ana Luiza, aquela que a entendia, não a julgava. Eram parecidas. Mas Nana acreditava em Deus e tinha fé. Já Ana, nem sabia direito o que era ter fé.

Tinha entrado um cara novo em sua sala, seu nome era Rafael, mas todos o chamavam de Rafa. Ele começou a se aproximar das meninas. Ana Luiza não dava muita atenção a ele. Eles eram diferentes. Ele gostava de MPB. Ana Luiza, de Rock. Rafa cantava, sabia tocar guitarra, violão... Ele era aquele tipo de cara aparentemente certinho, e Ana Luiza gostava de sair, beber, fumar, se drogar. Desde antes dos 15 ela usava droga. Estava se envolvendo com Gustavo, um garoto rico que conseguia a mercadoria para ela. Mas eles nem se gostavam de verdade.

O tempo foi passando e aos poucos Rafa foi se tornando um grande amigo, tanto para Ana Luiza, quanto para Nana. Mas o coração de Ana dizia outra coisa. Só ela ainda não havia percebido. Gostava da companhia dele, mas ao mesmo tempo tentava evitá-lo. Ele era um amor de pessoa e se preocupava muito com ela. Nada acontece por acaso. Tudo tem  motivo. 

Ana Luiza passara por um momento muito difícil. Não gostava de dizer adeus às pessoas. Menos ainda quando seria para sempre. Sua vida virara de ponta cabeça. Perdera a vontade de viver. Voltara a usar a cocaína e tentava, com ela e com o álcool, esquecer os acontecimentos. Mas ela não imaginava que sua vida estava prestes a mudar completamente. E para melhor, pode ter certeza. Um Reencontro que a mudara, que a tornou mais feliz e a fez encontrar a paz.

"Gostaria que as pessoas sempre tentassem amar outra vez. Amar outra vez, e se amar outra vez - é como eu penso que se recomeça sempre." (página 493)

Sobre o livro: se fosse para classificá-lo até a metade, eu daria três estrelas. Achei essa parte um pouco parada. Ana Luiza reclamava muito. Eu tinha desanimado um pouco com a leitura, até que passei da metade e aconteceu uma coisa que eu não poderia imaginar. Depois disso, não consegui mais largar o livro. Estranhei um pouco a escrita, pois é diferente, mas logo me acostumei. Amei os personagens, a história e mais ainda por saber que ela aconteceu. Que foi real. Que existiu a história de amor entre duas pessoas diferentes, que se completavam. Fiquei surpresa em algumas partes, feliz e triste em outras. Me emocionei. Ana Luiza dera a volta por cima. E teve, sim, um final feliz. 

Eu gostaria de agradecer muito à Leila por ceder o livro para que eu pudesse ler e resenhar aqui no blog. Obrigada pelo carinho, linda! Que você seja muito feliz e muito sucesso, sempre! <3

Livro recomendado!
E vocês, também viveram algum Reencontro pela vida? 

Acompanhe o blog:
Beijos ♥

8 comentários:

  1. Oi Karen <3
    Resenha incrível! Estou morta de vontade de ler!
    Você sempre tira fotos tão fofas *_*
    Beijoos !

    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Rebecca <3
      Fico feliz que tenha gostado das resenhas. E obrigadaa <33 *-*
      Beijos!

      Excluir
  2. Oie, Karen!
    A resenha está maravilhosa!!! ♥
    Fiquei mega curiosa em relação a história XD
    As fotos ficaram Divinasssss <3

    Beijos e Sucesso!
    http://maisumpracolecao.blogspot.com.br/2015/05/resenha-metrica-colleen-hoover.html
    http://maisumpracolecao.blogspot.com.br/2015/05/resenha-muito-alem-do-tempo-alexandra.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Erika!
      Obrigada, linda! Fico feliz que tenha gostado da resenha e das fotos <3 Acho que você vai gostar da história!
      Beiijos <3

      Excluir
  3. Oie Karen! *-*
    Quero muito ler Reencontro, gosto de livros com histórias de superação e que de certo forma nos faz pensar, o problema com drogas é algo muito presente na nossa realidade, infelizmente.
    Adorei as fotos, e tenho que dizer: Tenho um tênis igual ao teu! :D

    Beijocas e até Karen! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Amanda!
      Então, essa parte da história que conta da superação eu achei bem interessante, porque ela conseguiu dar a volta por cima e encontrar o seu caminho.
      Hehe tenho esse tênis há um tempinho e ele quase que vive no meu pé :)
      Beiijos <3

      Excluir
  4. Oeeeee Karen!

    Não conhecia o livro mas me fisgou um pouco, por conta desse oposto que o casal principal é. Mas não sei se leria agora, porque como você disse sobre o começo que a Ana só reclama... Não gosto muito disso não, já basta eu reclamando da vida LOL
    Mas quem sabe eu não leia futuramente :3

    Beijos
    ~nathália n.
    www.livroterapias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Rízia!!!
      Então, no começo é assim, mas do meio pro final fica tão boa a história <3
      Leia sim, espero que goste dele tanto quanto eu gostei!
      Beijoos

      Excluir